Home > Atividades do Consulado
Discurso do Cônsul Geral da China Sr. Song Yang na Recepção da 65 Aniversário da Fundação da República Pupular da China
2014/09/25
 

Excelentíssima Dra. Magda Chambriard, Diretora Geral da ANP,

E Ex-Diretor Geral, caro amigo Dr. Haroldo Lima,

Excelentíssimo Embaixador Luiz Augusto, Representante do Itamaraty no Rio de Janeiro,

Prezado Dr. Wilson Risolia, Secretário Estadual de Educação,

Prezada Sra. Tatiana Carius, Secretária Estadual de Transporte,

Prezado Sr. Herbert Frank, Chefe do Gabinete da Governadoria do Estado de Bahia,

Prezado Decano do Corpo Consular, meus colegas Cônsulres Gerais,

Amigos, senhoras e senhores:

 

Muito obrigado pela presença de todos!

Em primeiro lugar, gostaria de agradecer a prefeitura do Rio por ter autorizado a realização da nossa recepção neste nobre e elegante palácio onde podemos celebrar esta data especial.

 

Acredito que os senhores já visitaram a exposição de fotos. Muitos amigos me perguntaram: Como está a China. Estamos vivendo numa era de Big Data, há tantas informações sobre a China, mas quero citar umas delas:

 

A China está confiante e acredita ser capaz de realizar O Sonho da China. Após 36 anos da Política de Reforma e Abertura, a economia chinesa teve um crescimento de 142 vezes, com um PIB atual de 9 trilhões de dólares americanos, um PIB per capita de quase 7 mil dólares e reservas cambiais de quase 4 trilhões de dólares. A China já é a segunda maior economia do mundo. O povo chinês tem sonhos e age motivado por eles.

 

Por exemplo, em 2004, a China começou a construção de suas novas redes de trens de alta velocidade. Após 10 anos, temos 13 mil quilômetros de novas linhas ferroviárias na China com capacidade de velocidade de mais de 200 km por hora, representando mais que a metade da quilometragem total mundial. Até 2020, a quilometragem total ultrapassará 30 mil km. A ferrovia chinesa de trem-bala é um microcosmo do desenvolvimento chinês. O desenvolvimento não é um benefício recebido por alguém, mas sim um resultado alcançado através da Política de Reforma e Abertura e do trabalhador povo chinês.

 

A China manterá um crescimento mediano rápido da sua economia como novas normas. Num mundo com fraco crescimento econômico, o PIB chinês no primeiro semestre do ano corrente cresceu 7,4%. Há preocupações sobre a desacerelação do crescimento chinês, mas quero dizer a todos, que a China vai continuar a liderar o crescimento global.

 

A China possui um enorme mercado com 1,3 bilhões de consumidores e potência suficiente para manter o desenvolvimento. A China fabricou e vendeu mais de 20 milhões de automóveis no ano passado, sendo o maior fabricante e mercado da área. A China possui mais de 900 milhões de trabalhadores, onde a cada ano 10 milhões de empregos urbanos são gerados, além de possuir entre 6 e 7 milhões de universitários qualificados. A busca pela felicidade do povo é a inesgotável força para o desenvolvimento chinês.

 

A China está fazendo as Reformas Mais Amplas e Profundas, promovendo nova industrialização, nova informatização, nova urbanização e nova modernização agrícola. Isso quer dizer, que a nossa prioridade não será meramente a quantidade, mas a qualidade, não será fabricado na China, mas será inventado pela China, permitindo que o nosso desenvolvimento se torne mais dinâmico e vital.

 

Na autoestrada do desenvolvimento econômico, a China reduz o câmbio do seu motor, para: manter um adequado crescimento econômico através da reestruturação econômica e descentralização administrativa; criar mais empregos; melhorar o rendimento do povo; promover a eficiência no uso da energia e proteger o meio-ambiente, a fim de alcançar um desenvolvimento sustentável, saudável e verde.

 

A China está passando cada vez mais Energia Positiva ao resto do mundo. Em face da doença ELA na economia global, a China não só enfrentou o Desafio do Balde de Gelo, como ao mesmo tempo deu uma mão a todo o mundo. No ano passado, a China contribuiu com 30% do crescimento global, de modo que a balança comercial chinesa chegou a 4 trilhões de dólares, e as importações de produtos de outros países equivaleram a 2 trilhões de dólares, o que ocupou 10% do volume total mundial, e tornou a China o maior parceiro comercial de 128 países.

 

Nos próximos 5 anos, a China pretende importar produtos equivalentes a mais de 10 trilhões de dólares e fazer investimentos no exterior superiores a 500 bilhões de dólares. No ano passado, quase 100 milhões de turistas chineses saíram do país, e este número vai ultrapassar 150 milhões em 5 anos. E não se esqueçam de que os turistas chineses são aqueles que mais gastam nas viagens.

 

A China não só oferece Bons Negócios ao mundo, mas também promove o intercâmbio cultural através das trocas de pessoas.

 

A China não se desenvolveria sem o mundo, sem o Brasil. A realização bem sucedida da Copa do Mundo no Brasil chamou a atenção global a este grande país intercontinental, comprovando novamente que o Brasil é um país emergente atraente, com paixão criativa e um futuro brilhante. É um país emergente de futuro.

 

Neste ano realiza-se o Quadragésimo Aniversário das Relações Diplomáticas entre a China e o Brasil. Sendo o maior país em desenvolvimento no leste e no oeste do planeta, temos superado a distância geográfica e psicológica, e nos tornado parceiros estratégicos mais próximos e de cooperação global.

 

Para a China, o desenvolvimento brasileiro oferece experiências, os recursos naturais oferecem nutrição, e o mercado brasileiro oferece espaço. Cada vez mais chineses ficam apaixonados pelas belezas naturais e culturas coloridas do Brasil. O Brasil foi o primeiro país da América Latina que estabeleceu parceria estratégica com a China, e durante longo tempo, sendo o maior parceiro comercial e destino de investimentos na América Latina.

 

A China tem sido o maior parceiro comercial do Brasil nos últimos 5 anos. Compartilhamos os mesmos satélites de recursos terrestres, aeronaves regionais brasileiras estão circulando na China e trens chineses estão circulando no Brasil. Em breve, as famílias chinesas conseguirão degustar a carne bovina brasileira e cada vez mais turistas chineses irão se apaixonar pelas belezas do Brasil. Estes dois grandes países estão fazendo juntos as mesmas coisas: diminuindo a pobreza e promovendo a paz e o desenvolvimento humano.

 

Como Cônsul Geral, posso dizer que estamos numa era de ouro de cooperação. Mais empresas chinesas estão se estabelecendo no Rio e mais vistos estão sendo emitidos para empresários brasileiros que vão participar de feiras na China. Mais chineses se tornando cariocas, mais brasileiros começando falar chinês.

 

Fico feliz por compartilhar com vocês, que a aluna do Instituto Confúcius da PUC Rio Mônica Cunha da Silva foi campeã da décima terceira edição da competição mundial de Chinês. Ontem, foi realizada a cerimônia da inauguração do Colégio Estadual Matemático Joaquim Gomes de Sousa, primeira escola bilíngue Português-Chinês em Niterói, a língua chinesa entrou no ensino médio brasileiro pela primeira vez. Removendo o maior obstáculo – a língua, a comunicação entre os dois povos será ainda mais fácil.

 

Senhores convidados,

Em julho deste ano, o Presidente Xi Jinping realizou uma visita de Estado ao Brasil. Os dois Presidentes chegaram a um consenso importante para aprofundar ainda mais a parceria estratégica global, e as duas partes assinaram 56 contratos, dando luz ao caminho da cooperação e do desenvolvimento contínuo sino-brasileiro.

 

Comércio, investimento e cooperação financeira são três motores principais da cooperação sino-brasileira, energia e recursos naturais, construção de infraestrutura, agricultura, manufatura, inovação tecnológica e tecnologias de informação são áreas em foco. Amplas cooperações e intercâmbios na educação, cultura, esporte, mídia e turismo vão facilitar ainda mais o entendimento entre os dois povos.

 

Acredito que a amizade na cooperação sino-brasileira, com certeza, contribuirá para a realização do Sonho da China e do Sonho do Brasil. Vamos juntos de mãos dadas.

 

Vamos brindar para a prosperidade da República Popular da China e da República Federativa do Brasil,

Vamos brindar para a amizade dos dois povos,

Vamos brindar para a saúde de todos nós!

Suggest To A Friend:   
Print