Home > Notícias do Brasil
Embaixador Li Jinzhang Participou da IV mesa-redonda "O Brasil, o BRICS e a Agenda Internacional"
2017/05/17

    No dia 16 de maio de 2017, o embaixador Li Jinzhang foi convidado a participar da IV mesa-redonda "O Brasil, o BRICS e a Agenda Internacional", promovida pela Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e o Departamento de Mecanismos Inter-Regionais do Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Durante o painel "A evolução dos BRICS na perspectiva dos parceiros", o embaixador Li Jinzhang palestrou sobre a evolução do mecanismo do BRICS e as perspectivas chinesas sobre a cúpula do BRICS 2017 sob a presidência da China, além de interagir com os outros convidados. O seminário foi moderado pelo presidente da FUNAG,embaixador Sérgio Moreira Lima e pelo subsecretário-geral interino da Ásia e do Pacífico, ministro Ary Quintella. Foram convidados também diplomatas dos outros países do BRICS em Brasília, representantes do governo brasileiro, entre outros participantes de universidades, think-tanks, e instituições relevantes.

    O embaixador Li afirmou que, desde a criação do mecanismo do BRICS em 2006, a cooperação entre os países membros tem se aprofundada a cada dia mais, e tem ganhado importante influência internacional. Já se atingiram novos avanços na construção institucional, cooperação pragmática, assim como um elevado nível de projeção internacional, aumentando a representação e voz dos países em desenvolvimento.

          

    O embaixador Li apresentou as perspectivas chinesas sobre a 9ª cúpula de líderes do BRICS, que será realizada de 3 a 5 de setembro em Xiamen, cidade na Província de Fujian, leste da China, sob o tema "BRICS: Parceria Mais Forte para um Futuro Mais Brilhante". Segundo Li, o presidente chinês Xi Jinping espera trabalhar com os outros líderes do BRICS para chegar consensos e fazer planejamentos de cooperação, por meio de enviar mensagens para seus contrapartes dos países do BRICS no início do ano. O embaixador Li afirmou que, os países do BRICS devem aproveitar a oportunidade da cúpula de Xiamen para aprofundar a cooperação pragmática e promover o desenvolvimento comum, reforçar a governança global para enfrentar os desafios juntos, reforçar intercâmbios cultural e humanístico para consolidar a base de opinião pública, além de promover a criação de mecanismos para uma parceria ainda mais ampla. Contando com os esforços conjuntos dos países do BRICS, o embaixador Li Jinzhang manifestou plena confiança nos resultados que serão alcançados em Xiamen e no segundo "dez anos de ouro" para a cooperação do BRICS.

Suggest To A Friend:   
Print